Quem nunca respondeu à pergunta “o que você vai ser quando crescer?” que atire a primeira pedra. Já parou para pensar que esse questionamento pode ter sido o primeiro impedimento para você construir uma carreira que faça sentido com seus valores?

 

Aprendemos, desde sempre, que precisamos escolher uma única “paixão” profissional e seguir nela durante toda a vida. Meu-pai-amado, quem gosta de apenas UMA coisa? Pode até existir alguém que seja assim (e está tudo bem), mas a vida é tão ampla, que ficar limitado a uma única visão nos obriga a abrir mão de tantas outras possibilidades que também poderiam nos fazer felizes.

 

 

Tem outra expressão que ouvi dos meus pais, desde que me formei na faculdade, que me incomodava muito e eu acreditava que tinha algo errado comigo: “Priscila, vai mudar de emprego DE NOVO?” A cada dois, três anos, uma inquietação começava a me incomodar e era necessário me reinventar. Quando me descobri uma profissional multipotencial, tudo passou a fazer sentido. Sempre que preciso criar uma nova carreira eu sei para onde estou indo e também sei que nunca é tarde para me reinventar.

 

Confere as três crenças que podem estar atrapalhando a sua carreira e por qual pensamento você pode substituí-las.

 

❌ Crença 1 – Qual é a sua paixão? Menos de 20% das pessoas têm uma única paixão identificável em suas vidas. (Fonte: Centro de Estudos da Adolescência – Stanford)

➡️ 8 em cada 10 pessoas dizem: “tenho muitas coisas pelas quais estou interessado”.

 

❌ Crença 2 – Você não sabe para onde está indo? A nova geração está criando sua vida com mais fluidez e em um movimento muito mais dinâmico entre 22 e 35 anos, ou seja, ninguém está “atrasado”.

➡️ Você não está atrasado para nada. Vamos começar de onde você está.

 

❌ Crença 3 – Você está sendo a melhor versão possível de você? Não há um único melhor. Somos múltiplos, com diferentes interesses que vão se transformando ao longo da nossa vida.

➡️ Existem muitas versões que você pode experimentar (e testar) e construir uma vida bem projetada.

 

Me conta nos comentários qual dessas crenças (ou todas) fazem parte da sua carreira? Se você conhecer alguém que precisa ler esse conteúdo, compartilha com ela.